Embrapa Caprinos e Ovinos
Fernando Alvarenga Reis

Fernando Alvarenga Reis

Grupo de Sistemas de Produção

Enviar e-Mail de Contato

(67) 3368-2162

Cartão de Visita

http://lattes.cnpq.br/2629988150253701

Embrapa Caprinos e Ovinos

Resumo

Fernando Alvarenga Reis - graduação em zootecnia pela Faculdade de Zootecnia de Uberaba (1987) e mestrado em Zootecnia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1993). Atuou na Empresa Goiana de Pesquisa Agropecuária (Emgopa) de 1993 a 2005 e hoje é pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA Caprinos e Ovinos. Tem experiência na área de Zootecnia, com ênfase em Nutrição e Alimentação Animal, atuando principalmente nos seguintes temas: Sistema de Produção, Nutrição Animal, Ovinocultura de Corte. Atualmente está coordenando o Núcleo Regional Centro-Oeste para Caprinos e Ovinos, sediado em Campo Grande-MS, na Embrapa Gado de Corte. Em agosto de 2011 assumiu a coordenação da Câmara Setorial Consultiva da Ovinocaprinocultura de Mato Grosso do Sul.

Área de Conhecimento

Ciências Agrárias » Zootecnia » Nutrição e Alimentação Animal

Palavras-chave

Abates anuais, Agronegócio, Alfafa, Alimentação, Análise de emergia, Arranjo Produtivo Local - APL, Beneficiamento, Bovinocultura de Corte, Bovinocultura leiteira, Cadeia produtiva, Caprinos, Caracterização genética, Cerrado, Confinamento, Conservação, Couro, Crambe abyssinica Hochst, Cultivares, Desempenho, Desempenho zootécnico de ovinos, Desenvolvimento, Digestibilidade, Disponibilidade de peles, Doença Neurodegenerativa, Eficiência, Enfermidades, Enzimas, Estabelecimento, Feno, Forrageiras, Fruticultura, Fósforo, Ganho de peso, Genotipo, Genética, Gramíneas tropicais, Herbicida, Herdabilidade, Imunofluorescencia Indireta, Instalações, Integração bovino-ovino, Lógica nebulosa, Manejo, Manejo de ovinos, Manejo de pastagens, Mato Grosso do Sul, Medicago sativa, Mercado, Mistura de herbicidas, Morfometria, Nematoides, Neospora caninum, Neosporose, Nutrição, Oleaginosas, Ovelhas, Ovinocaprinocultura, Ovinocultura de corte, Ovinos, Pantanal, Pecuária, Peixes tropicais, Pequenos ruminantes, Pesquisa & Desenvolvimento, Produtividade, Produção, Proteína, Própolis, Raza nativa, Rebanho bovino, Região Centro-Oeste, Reprodução, Resíduo de cervejaria, Ruminantes, Sanidade, Sanidade animal, Seletividade, Seleção para resistência, Sexo, Silagem, Simulação dinâmica, Sistema de criação, Sistema de produção, Sistemas integrados, Subprodutos, Suplementação, Sustentabilidade, Valor nutricional, Volumoso, Zea mays, electromicrograph, ethogram, feed conversion, feed efficiency, feedlot, matéria seca, parasitismo, photomicrograph, physical-mechanical, rumination, sheep, skin e tanning

Projetos

SUPEROVI

Estudo de pontos estratégicos para a elevação da eficiência da superovulação, colheita, criopreservação e transferência de embriões em ovinos

2016-2020

Com Jose Alexandre Agiova da Costa.

SIPOC

Caracterização de arranjos produtivos locais e validação de tecnologias para incremento dos sistemas produtivos de ovinos e caprinos de corte no Brasil

2015-2018

NUTRIOVI

NutriOvi: Sistema nutricional para maximização da eficiência alimentar, em suporte ao desenvolvimento sustentável da cadeia produtiva da ovinocultura de corte no Brasil

2013-2017

A estruturação da cadeia produtiva da ovinocultura no Brasil é considerada estratégica para o desenvolvimento rural em vista de seu potencial para geração de renda para os produtores rurais e demais agentes da cadeia produtiva no País. Tal estruturação, contudo, é dependente da disponibilidade de tecnologias de suporte sanitário, reprodutivo e nutricional aos rebanhos. Esta última área, particularmente, possui papel de grande relevância, uma vez que a alimentação representa a maior parcela dos custos nos sistemas de produção de ruminantes e, portanto, está diretamente relacionada com a sustentabilidade econômica da atividade. O desenvolvimento de um sistema nutricional capaz de atender a estes aspectos constituir-se-á em importante ferramenta de suporte ao desenvolvimento da cadeia produtiva, possibilitando a elevação da produtividade e a redução dos custos de produção. Assim, o presente projeto congrega esforços de uma equipe multidisciplinar formada por pesquisadores da Embrapa e de universidades brasileiras para elaboração de um sistema de análise de balanço nutricional e formulação de rações para ovinos (NutriOvi). Esse sistema, depois de validado, estará associado a um serviço de análise de alimentos a baixo custo utilizando metodologia NIRS, para formação de um sistema de assessoria remota em nutrição de ovinos (AssessoNutri – Ovinos).  Espera-se com a execução desse projeto formar um canal permanente de comunicação entre pesquisa, extensão e produção, e contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável da ovinocultura brasileira.

VACTOXO

Desenvolvimento e avaliação de vacina recombinante para o controle da toxoplasmose em ovinos

2014-2016

Com Jacqueline Cavalcante de Barros, Lenita Ramires dos Santos, Marlene de Barros Coelho Caviglioni, Newton Valerio Verbisck e Renato Andreotti e Silva.

RETTECO

REDE DE TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA E INOVAÇÃO PARA A CAPRINOCULTURA E OVINOCULTURA BRASILEIRA

2012-2016

O projeto tem como objetivo estruturar as bases de um programa de transferência de tecnologia e inovação de forma participativa para a caprinocultura e ovinocultura nacional que possibilite articular, integrar e fortalecer os esforços das instituições participantes. A iniciativa da Embrapa Caprinos e Ovinos na criação em 2010 da Rede de Inovação Tecnológica da Caprinocultura e Ovinocultura do Nordeste (RICO) foi um marco referencial na busca de uma gestão compartilhada de conhecimentos e de Transferência de Tecnologia sobre a produção de pequenos ruminantes no Nordeste do Brasil. A rede de transferência de tecnologia irá contribuir para a sinergia das instituições nos estados que serão mapeados pela proposta, além da melhoria nas cadeias produtivas pelo uso das tecnologias disponíveis, adequadas e adaptadas, além da criação do Centro de Inteligência em Caprinos e Ovinos. Neste sentido, inúmeras vantagens decorrentes da estruturação e operacionalização da rede de transferência de tecnologia poderão ocorrer, como: otimizar recursos humanos e financeiros, potencializar objetivos e metas e ampliar o impacto das ações de TT na cadeia produtiva de caprinos e ovinos. Espera-se ainda melhorias dos sistemas de produção de caprinos e ovinos, integração de esforços das instituições e maior envolvimento dos pesquisadores, analistas, técnicos e produtores nas regiões do Brasil visando acelerar o processo de transferência de tecnologia.

SATEC

Adaptação de sistemas integrados de terminação de novilhos de corte para uso na terminação de cordeiros

2012-2014

Com Gelson Luis Dias Feijo, Guilherme Cunha Malafaia, Jose Alexandre Agiova da Costa, Mariana de Aragao Pereira e Websten Cesario da Silva.

TTOV

Transferência de tecnologias e conhecimentos para a melhoria da cadeia produtiva da ovinocultura em Mato Grosso do Sul

2010-2013

Com Dalizia Montenario de Aguiar, Eliana Cezar Silveira, Haroldo Pires de Queiroz, Joao Batista Catto, Luiz Antonio Dias Leal e Websten Cesario da Silva.

OVINEMA

Interação entre suplementação protéica e resistência a verminose e seus impactos nas variáveis clínicas, parasitológicas e produtivas de ovelhas mantidas a pasto

2010-2012

Com Fernando Paim Costa, Joao Batista Catto e Websten Cesario da Silva.

NOVACULTPM

Obtenção de novas cultivares de Panicum maximum para diversificação e intensificação das pastagens brasileiras

2007-2010

Com Celso Dornelas Fernandes, Jose Raul Valerio, Liana Jank, Lucimara Chiari, Manuel Claudio Motta Macedo, Rosangela Maria Simeao Resende, Valdemir Antonio Laura e Valeria Pacheco Batista Euclides.

A pecuária de corte no Brasil é baseada no uso de pastagens, mas dispõe de poucas forrageiras de alta produção, com boa distribuição de forragem ao longo do ano e adaptadas às diversas condições ecológicas do país. Na busca por novas forrageiras, a Embrapa Gado de Corte importou a coleção internacional de Panicum maximum, representativa da variabilidade natural da espécie e que inclui acessos apomíticos e plantas sexuais que permitem o melhoramento genético. Através desse projeto, por meio de melhoramento genético e seleção, foram desenvolvidos genótipos de P. maximum para atender às diversas demandas das cadeias produtivas de carne bovina e ovina. Com isso, foram lançadas comercialmente as cultivares BRS Zuri e BRS Tamani, visando contribuir com a diversificação das pastagens e o aumento da produtividade animal em áreas tropicais do Brasil.

Formação Acadêmica

Mestrado em Zootecnia

Universidade Federal de Minas Gerais

1989-1993

Graduação em Zootecnia

Faculdade de Zootecnia de Uberaba

1983-1987

Idiomas

Inglês

Compreende bem, fala razoavelmente, lê bem e escreve razoavelmente.

Última atualização em 13-09-2017 10:36:33.

Powered by Pandora from PLEASE Lab.