Embrapa Gado de Corte
Rosangela Maria Simeao Resende

Rosangela Maria Simeão Resende

Chefia Adjunta de Pesquisa e Desenvolvimento

Enviar e-Mail de Contato

(67) 3368-2076

Cartão de Visita

http://lattes.cnpq.br/2684394925296236

Embrapa Gado de Corte

Resumo

Rosangela Maria Simeão encontra-se em treinamento de Pós-Doutorado no US Dairy Forage Research Center, ARS-USDA, Madison, Wisconsin, Estados Unidos da América. Atualmente é Pesquisador A da Embrapa Gado de Corte e atua como colaboradora nos cursos de Pós-graduação da Unicamp, UFMS, Ufla e UCDB. É responsável por atividades em projetos de pesquisa de melhoramento de gramíneas e leguminosas forrageiras financiados pela Embrapa e CNPq. Atua na área de Melhoramento Genético Vegetal, com ênfase em Leguminosas e Gramíneas Forrageiras. Em seu currículo Lattes os termos mais freqüentes na contextualização da produção científica são: melhoramento genético, Stylosanthes, Brachiaria, Panicum maximum, Reml/Blup, genética de populações, distância genética, marcadores moleculares e seleção genômica.





Atuação

Pesquisadora

Genetica e melhoramento de forrageiras

Área de Conhecimento

Ciências Agrárias » Zootecnia » Pastagem e Forragicultura » Melhoramento de Plantas Forrageiras e Produção de Sementes

Palavras-chave

Melhoramento florestal, melhoramento de forrageiras, Andropogon, Arachis, BLUP, BLUP/REML, Biotecnology, Bipolaris maydis, Brachiaria, Brachiaria brizanta, Brachiaria brizantha, Brachiaria brizantha cv Xaraés, Brachiaria decumbens, Brachiaria humidicola, Brachiaria ruziziensis, Brachiaria spp, Brachiaria spp., Cattle, Colletotrichum gloeosporioides, Coloração, Correlação genética, Cultura de protoplastos, Cultura de tecidos, Cultura in vitro, DM yield, DNA, DNA markers, Efeito ambiental, Enraizamento, Estilosantes Campo Grande, Estratégia de seleção, Estrutura de populações, Eucalipto, Eucalyptus, Evolução, Fenologia, GEBV, GWAS in sheep, GWS, Genética, Genética molecular, High-throughput computing, Ilex paraguariensis, Isolamento, Laelia, Leguminosas forrageiras, Marcadores, Melhoramento animal, Melhoramento de espécies perenes, Microppropagação de Eucalyptus, Microrganismos, Mixed models, Modelos Lineares Mistos, Mortalidade, NOR, Orquídea, Panicum maximum, Parviflorae, Paspalum, Paspalum sp., Pennisetum, Pre-breeding, RAPD, REML- BLUP, REML-BLUP, REML/BLUP, S. capitata, S. guianensis, S. macrocephala, Selection Index, Seleção Genética, Seleção clonal, Seleção de genitores, Seleção precoce, Seleção recorrente intrapopulacional, Stylosanthes, Stylosanthes capitata, Stylosanthes guianensis, Stylosanthes macrocephala, Stylosanthes spp, Stylosanthes spp., Tissue culture, Transgênicos, Urochloa humidicola, accuracy, acurácia, agrupamento, amendoim forrageiro, animal production, análise multivariada, apomixia, apomixis, aposporous apomixis, avaliação agronômica, avaliação genética, banco germoplasma, biotecnologia, braquiária, breeding, breeding program, breeding programs, breeding selection, capim colonião, capim-braquiária, caracterização de acessos, caráter de limiar, cellulose, chromosome association, ciclos de seleção, citogenética, coleta de germoplasma, coleção nuclear, combustion power, competition, conservation, conservação, correlações, correlações genéticas, covariável, critérios de seleção, cruzamentos interespecíficos, cultivares, cultivars, desenvolvimento de cultivares, dissimilaridade genética, distância de Mahalanobis, distância genética, divergência genética, diversidade genética, diversidade intraespecífica, eficiência seletiva, eletroforese, erva-mate, escarificação, estratégias de melhoramento, estresse hídrico, evaluación, fitopatologia, forage, forage breeding, forage grass, forage grass breeding, forage legume, forrageira, forrageiras, forrageiras tropicais, forrajeras, frequência de alelos, ganho com seleção, ganho por área, ganhos com seleção, genetic correlation, genetic diversity, genetic improvement, genetic parameters, genetica quantitativa, genome affinity, genomic enriched library, genética de populações, genética vegetal, germinação, germoplasma, germplasm, gramínea, gramínea forrageira, gramínea tropical, gramíneas, gramíneas forrageiras, guineagrass, herdabilidade, heritability, hybridization, híbrido, híbridos, interação genótipos x ambientes, intraspecific hybridisation, isoenzimas, koroniviagrass, legume, leguminosa, leguminosa forrageira, lignin, marcadores moleculares, mating system, meiosis, mejoramiento genetico, melhoramento, melhoramento assistido, melhoramento da erva-mate, melhoramento de forrageiras, melhoramento de plantas, melhoramento genético, melhoramento genético vegetal, melhoramento vegetal, microssatellites, microssatélites, mixed mating model, molecular breeding, molecular markers, mudanças climáticas, métodos de seleção, network trial, new cultivars, novas cultivares, obtención, parametros populacionais, pareamento, parâmetros genéticos, pastagem, pasturas tropicales, plant breeding, plant genetic resources, planta, planta forrageira, polimorfismo, polimorfismo genético, poliploidia, poliplóide, população de estimação, predição de valores genéticos, probitos, produtividade, produção, progeny test, pré-melhoramento, qualidade DNA, quantidade DNA, quantitative genetics, radiação solar, recursos genéticos, repeatability, repetibilidade, resistência a doenças, selection, selection of parents, seleção, seleção de acessos, seleção de cruzamentos, seleção multicaracteres, semente, sementes forrageiras, shade tolerance, signalgrass, superação de dormência, tamaho efetivo, tamanho efetivo, taxa de cruzamento, teste de progênie, teste de progênies, transformação, transformação de probitos, tropical forage legume, tropical forages, tropical grasses, tropical legumes, valor genotípico, valor genético, valores genotípicos, variabilidade, variabilidade genética, variability e variação genética

Projetos

BRACMELHOR

Melhoramento genético e desenvolvimento de cultivares de Brachiaria spp. visando à sustentabilidade da produção pecuária

2015-2019

Com Andrea Raposo, Cacilda Borges do Valle, Celso Dornelas Fernandes, Dalizia Montenario de Aguiar, Denise Baptaglin Montagner, Edson Espindola Cardoso, Erno Suhre, Fabricia Zimermann Vilela Torres, Haroldo Pires de Queiroz, Jaqueline Rosemeire Verzignassi, Jose Raul Valerio, Karem Guimaraes Xavier Meireles, Lucimara Chiari, Luiz Antonio Dias Leal, Manuel Claudio Motta Macedo, Mariane de Mendonca Vilela, Roberto Giolo de Almeida, Rodrigo Amorim Barbosa, Sanzio Carvalho Lima Barrios, Valdemir Antonio Laura e Valeria Pacheco Batista Euclides.

O objetivo do projeto é desenvolver e lançar novas cultivares de braquiária com diferenciais qualitativos, de produtividade e resistência a estresses bióticos e abióticos para diferentes ecossistemas de produção animal e sistemas integrados visando contribuir para uma produção pecuária sustentável. Gramíneas do gênero Brachiaria vêm contribuindo decisivamente para o desenvolvimento da bovinocultura nacional fazendo do Brasil o segundo maior produtor e maior exportador mundial de carne bovina. Como a maioria do rebanho bovino é criada e terminada a pasto, o diferencial qualitativo do produto brasileiro são animais produzidos com menor risco associado à “vaca louca”, observando o bem estar animal e menor custo de produção. Ademais, com as mudanças climáticas previstas torna-se ainda mais importante o desenvolvimento de novas cultivares de Brachiaria, garantindo maior produtividade, adaptação a estresses e melhor valor nutritivo visando mitigar a emissão de gases de efeito estufa pelos bovinos em pastejo, de forma a garantir a sustentabilidade desse agronegócio. A diversificação dos extensos monocultivos de braquiária e a demanda crescente por novas cultivares superiores às existentes são o principal foco a ser trabalhado nesse projeto, uma continuação do projeto finalizado em março de 2015 que liberou as cultivares BRS Paiaguás e BRS Tupi, ambas registradas e protegidas.  

GENBRACHIA

Seleção fenotípica e genômica no melhoramento da gramínea forrageira Brachiaria spp.

2014-2018

Com Mariane de Mendonca Vilela.

REDE VEGETAL

REDE NACIONAL DE RECURSOS GENÉTICOS VEGETAIS

2009-2015

Com Cacilda Borges do Valle, Celso Dornelas Fernandes, Liana Jank e Lucimara Chiari.

Os recursos genéticos vegetais são acervos estratégicos para o desenvolvimento agrícola e para o agronegócio brasileiro. Por isso, a Embrapa investe desde a sua criação, em 1973, na manutenção das atividades relacionadas à conservação de recursos genéticos e à ampliação da base genética disponível para os programas de melhoramento dos produtos que já estão na mesa do brasileiro e aqueles que contribuem para a segurança alimentar e para a geração de divisas para o país.É também de fundamental importância conservar os recursos genéticos vegetais autóctones (originários do Brasil), em especial aqueles com potencial para serem incorporados à dieta alimentar da população e atender ao mercado nacional e internacional. O presente projeto é desenvolvido em rede, envolvendo 35 unidades descentralizadas da Embrapa e parcerias com Instituições de Pesquisa Federais e Estaduais, Universidades e representantes de Organizações não governamentais e da Iniciativa PrivadaO objetivo é modernizar a gestão dos trabalhos com recursos genéticos vegetais da Embrapa, para que a Empresa possa atender melhor às demandas nacionais atuais e futuras, com foco no enriquecimento, conservação, caracterização, documentação e disponibilização de em prol da segurança alimentar brasileira.O projeto prioriza, de forma integrada, os recursos genéticos de todas as regiões, e a modernização dos métodos de caracterização, compartilhamento e difusão da informação. Uma parte significativa das ações está voltada a produtos de grande impacto no agronegócio e agricultura familiar.É também de fundamental importância conservar os recursos genéticos vegetais autóctones (originários do Brasil), em especial aqueles com potencial para serem incorporados à dieta alimentar da população e atender ao mercado nacional e internacional. O presente projeto é desenvolvido em rede, envolvendo 35 unidades descentralizadas da Embrapa e parcerias com Instituições de Pesquisa Federais e Estaduais, Universidades e representantes de Organizações não governamentais e da Iniciativa Privada   O objetivo é modernizar a gestão dos trabalhos com recursos genéticos vegetais da Embrapa, para que a Empresa possa atender melhor às demandas nacionais atuais e futuras, com foco no enriquecimento, conservação, caracterização, documentação e disponibilização de em prol da segurança alimentar brasileira.   O projeto prioriza, de forma integrada, os recursos genéticos de todas as regiões, e a modernização dos métodos de caracterização, compartilhamento e difusão da informação. Uma parte significativa das ações está voltada a produtos de grande impacto no agronegócio e agricultura familiar.

CULTFOR

Desenvolvimento de cultivares de amendoim forrageiro para consorciação em sistemas sustentáveis de produção pecuária

2011-2015

Com Marta Pereira da Silva.

O objetivo deste projeto é desenvolver cultivares de amendoim forrageiro para uso em pastagens consorciadas, de modo a contribuir para o aumento da sustentabilidade dos sistemas de produção pecuários em diferentes biomas brasileiros: Amazônia, Cerrado, Mata Atlântica e Pampa. Sistemas de produção pecuários, que têm a pastagem como a base da alimentação do gado, terão a necessidade de migrar paulatinamente para arranjos mais sustentáveis, principalmente aqueles inseridos no bioma Amazônico e nos demais biomas onde a competição por terra tem se intensificado, tanto para a produção de alimentos como para produção de biocombustíveis.A necessidade eminente de redução do desmatamento associada aos elevados preços da terra e dos insumos agropecuários abrem excelentes perspectivas para melhoria dos sistemas de produção pecuários do ponto de vista ambiental, social e econômico nessas regiões. Os sistemas deverão ser intensificados, sem perder, obviamente, a característica de produção a pasto. A solução para esse tipo de arranjo tem como um dos pilares o uso de gramíneas e leguminosas forrageiras bem adaptadas e produtivas, que sejam capazes de fornecer aos animais os nutrientes necessários para uma produção de carne ou leite economicamente viável. Nesse sentido,  a condução de um programa de melhoramento genético do amendoim forrageiro (Arachis pintoi) é bastante estratégica. Além de ser a leguminosa tropical mais persistente sob pastejo, a demanda por cultivares dessa espécie é crescente. Poderão ser obtidos avanços consideráveis por meio da recombinação e seleção de materiais que atendam às diferentes demandas do mercado e que sejam adaptados às diferentes condições de clima e solo do país.

ESTILO_TROPICAL

Melhoramento genético de Stylosanthes para a sustentabilidade de pastagens tropicais

2011-2015

Com Ademir Hugo Zimmer, Celso Dornelas Fernandes, Jaqueline Rosemeire Verzignassi, Lucimara Chiari, Marta Pereira da Silva e Sergio Raposo de Medeiros.

NOVACULTPM

Obtenção de novas cultivares de Panicum maximum para diversificação e intensificação das pastagens brasileiras

2007-2010

Com Celso Dornelas Fernandes, Fernando Alvarenga Reis, Jose Raul Valerio, Liana Jank, Lucimara Chiari, Manuel Claudio Motta Macedo, Valdemir Antonio Laura e Valeria Pacheco Batista Euclides.

A pecuária de corte no Brasil é baseada no uso de pastagens, mas dispõe de poucas forrageiras de alta produção, com boa distribuição de forragem ao longo do ano e adaptadas às diversas condições ecológicas do país. Na busca por novas forrageiras, a Embrapa Gado de Corte importou a coleção internacional de Panicum maximum, representativa da variabilidade natural da espécie e que inclui acessos apomíticos e plantas sexuais que permitem o melhoramento genético. Através desse projeto, por meio de melhoramento genético e seleção, foram desenvolvidos genótipos de P. maximum para atender às diversas demandas das cadeias produtivas de carne bovina e ovina. Com isso, foram lançadas comercialmente as cultivares BRS Zuri e BRS Tamani, visando contribuir com a diversificação das pastagens e o aumento da produtividade animal em áreas tropicais do Brasil.

Formação Acadêmica

Pós-Doutorado em

USDA/ARS/US Dairy Forage Research Center

2012-2013

Doutorado em Genética

Universidade Federal do Paraná

1997-2001

Mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas

Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz

1988-1991

Idiomas

Inglês

Compreende bem, fala razoavelmente, lê bem e escreve bem.

Espanhol

Compreende bem, fala pouco, lê bem e escreve pouco.

Última atualização em 29-01-2014 08:40:02.

Powered by Pandora from PLEASE Lab.