Embrapa Gado de Corte
Joao Batista Catto

João Batista Catto

Chefia Adjunta de Pesquisa e Desenvolvimento

Enviar e-Mail de Contato

(67) 3368-2071

Cartão de Visita

http://lattes.cnpq.br/4561189510869896

Embrapa Gado de Corte

Área de Conhecimento

Ciências Agrárias » Medicina Veterinária » Medicina Veterinária Preventiva » Doenças Parasitárias de Animais

Palavras-chave

bovinos de corte, survival nematode larvae, Allim sativum, nematódeos, bovinos, Boophilus microplus, homeopatia, extrato vegetal, Bovinos, Capivara, Cholesterol, Cow/calf , supplementation, intake, mineral, Helmintos, Hidrochaeris hidrochaeris, Pantanal, taxa de natalidade, génética, nutrição,, Parasitas, sistema de pastejo, Parasitos, Proterodiplostomidae, Pseudolelorchis, Zoneamento ambiental, alho, nematódeos gastrintestinais, bovinos de cort, animais domésticos, animais silvestres, anti-helmínticos, avaliação, bezerros, bezerros, nematódeos gastrintestinais, tratamento, bovines, bovinos de corte, brazil, caiman crocodilus yacare, caiman crocolilus, caiman crocolilus yacare, calves, coelhos, comportamento, controle, crocodiles, dematobia hominis, Boophilus microplus,, desmama antecipada, ectoparasita, endoparasitos, epidemiologia, equinos, fatty acids, fitoterápicos, gado de corte, ganho de peso, haematobia irritans, helminths, helminths community, helmintos ., helmintos., imunoterapia, infecção experimental, infestação, larvas infectantes, mato grosso do sul, miiases, modelo de simulação, mosca-dos-estabulos,, namatoides, nematodeos, nematoides, nematoides.helmintos, nematódeos, nutricao, nutrição animal, pantanal, parasites, parasitos, controle integrado, pastagem nativa, pastagens nativas, pastegens nativas, pitiose, pitiose equina, produção animal, proterodiplostomes, pythiosis, pythium insidiosum, reptiles, resposta imunológica, ruminantes, suplementação mineral, surto, taxa de natalidade, tratamento, vacas, vacas de cria, vacas, bezerros, desmame, tratamento antihelmíntic e vacina pitiose equina

Projetos

CONTROLMDC

Avaliação econômica do parasitismo e controle da mosca-dos-chifres em bovinos de corte

2015-2018

Com Antonio Thadeu Medeiros de Barros, Carolina Castilho Dias, Filipe Toscano de Brito Simoes Correa, Guilherme Cunha Malafaia e Rodrigo Carvalho Alva.

MOSCALERTA

Plataforma de monitoramento de populações de mosca-dos-estábulos e alertas para surtos

2015-2017

Com Antonio Thadeu Medeiros de Barros, Camilo Carromeu, Carolina Castilho Dias, Paulo Henrique Duarte Cancado, Rodrigo Carvalho Alva e Wilson Werner Koller.

Surtos da mosca dos estábulos vêm causando prejuízos para os produtores de gado situados nas proximidades de usinas sucroalcooleiras. Atualmente as atividades sulcroalcooleira e pecuária estão encontrando enormes dificuldades de crescimento em função dos prejuízos diretos e indiretos decorrentes dos surtos de S. calcitrans. Os surtos desta mosca já atingem seis estados nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil. Os prejuízos diretos para o produtor de gado de corte são de aproximadamente 20%, enquanto para os produtores de leite o prejuízo chega aos 60% durante os surtos. Para as usinas os prejuízos são indiretos e difíceis de serem mensurados. Para solucionar o problema em curto prazo e, consequentemente, minimizar os surtos, o presente projeto tem como objetivo desenvolver uma plataforma de monitoramento e alertas para surtos de forma automatizada. A plataforma de monitoramento será composta por um conjunto de sistemas interdependentes que vão proporcionar o processamento e análise de um grande número de amostras de forma rápida. O resultado das análises será o alerta para os surtos. Além da sua aplicação direta para o monitoramento da mosca-dos-estábulos, a tecnologia poderá ser adaptada para outras pragas, o que a torna aplicável à praticamente todas as culturas agrícolas e pecuárias. Espera-se, através do desenvolvimento dessa plataforma de monitoramento, promover ganhos de eficiência no controle da mosca-dos-estábulos e na prevenção dos surtos, levando à redução dos prejuízos diretos e indiretos decorrentes da praga. 

BT-FLY

Avaliação da atividade inseticida de Bacillus thuringiensis em dípteros ectoparasitos de bovinos

2012-2016

Com Antonio Thadeu Medeiros de Barros, Luiz Orcirio Fialho de Oliveira e Paulo Henrique Duarte Cancado.

STOMOXYS

Estudos sobre bioecologia e alternativas de controle visando estabelecer proposta para o manejo integrado da mosca-dos-estábulos no Mato Grosso do Sul

2011-2014

Com Antonio Thadeu Medeiros de Barros, Paulo Henrique Duarte Cancado e Wilson Werner Koller.

A mosca dos estábulos, Stomoxys calcitrans L. (Diptera: Muscidae) parasita especialmente equinos e bovinos e, em situações específicas, pode parasitar outros mamíferos inclusive o homem. Para a bovinocultura, os prejuízos diretos variam de 10 a 30% de redução no ganho de peso ou até 50% de redução na produção de leite. Pelo fato de possuir hábito alimentar intermitente, esta mosca também é descrita como vetor mecânico de algumas importantes enfermidades para bovinos e equinos. Surtos da mosca-dos-estábulos, S. calcitrans, vêm causando prejuízos para os produtores de gado situados nas proximidades de usinas de cana-de-açúcar na região sul de Mato Grosso do Sul, que são frequentemente incriminadas pelos produtores locais como a fonte primária destes surtos. Através do projeto, foram determinados aspectos importantes sobre a biologia de S. calcitrans neste sistema agroecológico singular, informação necessária para o conhecimento preciso das reais causas dos surtos, o que possibilitará o desenvolvimento de programas de controle efetivos. O projeto viabilizou, ainda, a formação de agentes multiplicadores para a capacitação de técnicos sobre as tecnologias disponíveis no controle da mosca-dos-estábulos, além de possibilitar o avanço no conhecimento sobre a epidemiologia e aspectos sazonais desta praga e sua relação com a atividade sulcroalcooleira. 

TTOV

Transferência de tecnologias e conhecimentos para a melhoria da cadeia produtiva da ovinocultura em Mato Grosso do Sul

2010-2013

Com Dalizia Montenario de Aguiar, Eliana Cezar Silveira, Fernando Alvarenga Reis, Haroldo Pires de Queiroz, Luiz Antonio Dias Leal e Websten Cesario da Silva.

OVINEMA

Interação entre suplementação protéica e resistência a verminose e seus impactos nas variáveis clínicas, parasitológicas e produtivas de ovelhas mantidas a pasto

2010-2012

Com Fernando Alvarenga Reis, Fernando Paim Costa e Websten Cesario da Silva.

AGRIORG

Bases científicas e tecnológicas para o desenvolvimento da agricultura orgânica no Brasil

2007-2012

Com Antonio Thadeu Medeiros de Barros.

Nas últimas décadas, cresceu a preocupação da sociedade quanto aos impactos ambientais e sociais causados pela agricultura. A adoção de sistemas de produção agropecuária baseados em princípios ecológicos é uma opção capaz de promover o desenvolvimento rural sustentável, mas ainda é preciso promover avanços científicos que subsidiem seu funcionamento, bem como tecnologias apropriadas a eles. Este projeto contribuiu para a evolução do conhecimento nas áreas de manejo dos recursos naturais, produções vegetal e animal pós-colheita e socioeconomia. Para tanto, o projeto englobou ações de pesquisa com enfoque analítico, conduzidas sob condições de campo e de ambiente controlado, com o intuito de obter produtos e processos para a agricultura orgânica, como genótipos adaptados de espécies animais e vegetais, insumos, além de técnicas de manejo conservacionista do solo, manejo ecológico de pragas e doenças, processamento de alimentos, entre outras. Ações com enfoque sistêmico também foram englobadas, em unidades de pesquisa de produção orgânica vinculadas aos centros da Embrapa. Por fim, atividades de pesquisa ligadas à construção participativa do conhecimento tiveram lugar em unidades de produção de referência pertencentes a agricultores, que se envolveram tanto na concepção da pesquisa quanto na validação das tecnologias geradas. Assim, contribuiu-se para o avanço do conhecimento no processo de produção orgânica, tratando de temas como o entendimento das interações bióticas e o estabelecimento de novos desenhos de sistemas agroecológicos de produção, além de possibilitar o desenvolvimento de tecnologias que contribuam para a conservação dos recursos naturais, favorecendo a geração de empregos e contribuindo para a manutenção do homem no campo, também agregando valor e diminuindo os custos de produção.

HOMFIT

Eficiência de medicamentos homeopáticos e fitoterápicos no controle de endo e ectoparasitos de bovinos

2009-2011

Com Gelson Luis Dias Feijo.

Entre os fatores que provocam redução na produtividade do rebanho estão: flutuações qualitativas e quantitativas da pastagem, manejo inadequado, incidência alta de parasitos e de doenças infectocontagiosas e carências minerais provocando perdas por mortalidade e, principalmente, pela menor eficiência produtiva dos animais. Atualmente, o controle de parasitos é feito com o uso de produtos químicos que podem contaminar a carne com resíduos, bem como serem prejudiciais a organismos não-alvos. Devido à resistência aos antiparasitários, à ecotoxicidade e à presença de resíduos na carne, existe uma necessidade de encontrar sistemas alternativos para o controle dos parasitos. Durante o projeto, foi avaliada a eficácia de tratamentos homeopáticos, fitoterápicos e alopáticos contra ecto e endoparasitas no ganho de peso de novilhas durante a recria. Duas formulações homeopáticas (Homeo bovis Parasitário® e Fator C&MC®), uma de fitoterápico (torta de neem® e óleo de neem®) e uma de medicamentos alopáticos (moxidectina 10%®) associado a uma formulação acaricida contendo cypermetrina, clorpirifós e butóxido de piperonila® foram comparados com animais que não receberam nenhum tratamento.  A contagem de ovos de nematódeos nas fezes (OPG), a infestação por mosca-dos-chifres (Haematobia irritans), carrapato (Boophilus microplus) e a pesagem dos animais foram realizadas em intervalos de 28 dias. No primeiro ciclo foi coletado sangue para avaliar a resposta imune. Nenhum dos quatro tratamentos teve efeito na infestação por mosca-dos-chifres. Nos dois ciclos, o número médio de carrapatos foi baixo e apenas no primeiro foi significativamente menor no tratamento utilizando medicamentos alopáticos em relação aos demais. A média de OPG no tratamento alopático foi significativamente mais baixa que nos demais tratamentos nos dois ciclos experimentais. Não houve efeito dos quatro tratamentos na resposta imune das novilhas. Os animais do tratamento alopático ganharam entre 22 a 30 quilos de peso vivo a mais que os não tratados ou tratados com medicamentos homeopáticos ou fitoterápico. A análise de benefício/custo mostrou que os tratamentos antiparasitários estratégicos com endectocidas e acaricidas  convencionais  proporcionaram taxa de retorno por capital investido de 551%, enquanto que nos tratamentos alternativos variou entre -26% a 19%.

AGROECO-MS

Apoio Tecnológico e Metodológico à consolidação da Rede de Agroecologia do Mato Grosso do Sul

2008-2011

Formação Acadêmica

Doutorado em Ciências Veterinárias

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

1988-1991

Mestrado em Ciências Veterinárias

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

1978-1979

Graduação em Medicina Veterinaria

Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

1971-1975

Idiomas

Inglês

Compreende razoavelmente, fala pouco, lê bem e escreve pouco.

Última atualização em 18-09-2015 16:30:48.

Powered by Pandora from PLEASE Lab.